Vídeo: em fuga ousada, dois cubanos usam asa delta motorizada para chegar aos Estados Unidos

Numa ousada operação de fuga, dois pilotos cubanos saíram da ilha de Cuba para a Florida, nos Estados Unidos, numa asa delta motorizada. O equipamento era usado para prestar serviços de turismo em Playas del Este, na região de Havana, a capital.

Os dois indivíduos foram detidos pelo Gabinete do Xerife do Condado de Monroe e entregues à Patrulha de Fronteira dos Estados Unidos. É provável que a dupla peça asilo político nos Estados Unidos.

Segundo o noticiário da agência Lusa, o Clube de Aviação de Cuba produziu um comunicado informando que os pilotos aterrisaram no último sábado no aeroporto de Key West, no sul da Florida, a bordo de um ultraleve do tipo “Trike”.

O clube estatal apontou a fuga como uma “franca violação do espaço aéreo cubano” e roubo do equipamento, ao mesmo tempo que qualificou os pilotos como desertores. É a forma tradicional como o governo cubano classifica os que fogem da ilha em busca de melhores condições de vida e/ou escapar da repressão política.

A asa delta motorizada que chegou com dos cubanos nos EUA. O equipamento era usado em uma praia de Havana para fazer voos turísticos.

O clube ainda pediu que se aplique aos dois cubanos “as sanções correspondentes à gravidade do caso” e que se devolva “o equipamento roubado”

O voo entre Havana e Key West durou menos de duas horas. Detidos logo após o pouso, os dois foram entregues à patrulha fronteiriça. Como há novas regras em vigorm, há chances de serem deportados, o que é o mesmo que uma pena de prisão (no mínimo) em Cuba.

Não é a primeira vez que cubanos chegam aos EUA com uma aeronave. Em outubro passado, um piloto voou com um biplano monomotor russo Antonov An-2. O voo saiu de Sancti Spíritus (centro de Cuba) e aterrisou no sul da Florida. O piloto foi detido, mas um juiz concedeu-lhe asilo.

No ano fiscal de 2022, que vai desde 1 de outubro de 2021 até 30 setembro de 2022, 6.182 migrantes cubanos foram intercetados em águas no Estreito da Florida, contra 838 no período homólogo anterior.

Outros 224.607 migrantes cubanos chegaram no mesmo período à fronteira sul com o México.

De outubro até hoje, 5.862 cubanos foram intercetados pela guarda costeira norte-americana.

Mais notícias