RC critica Governo Elmano após HGF pausar atendimento de emergência por superlotação

Foto: Divulgação
O ex-prefeito Roberto Cláudio (PDT) criticou, nesta quarta-feira, 1º, o governo do Elmano (PT) após o Hospital Geral de Fortaleza (HGF) pausar o atendimento de emergência devido à superlotação.
Em texto publicado nas redes sociais, RC cobra parlamentares estaudais e sugere uma comissão partidária.
“A Assembleia Legislativa poderia estabelecer uma comissão suprapartidária incluindo parlamentares profissionais de saúde e votados nas regiões específicas, para visitar e avaliar o funcionamento do Hospital”.
Confira a declaração na íntegra:
“No dia de ontem a emergência do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), fechou as portas por um longo período do dia, segundo comunicado oficial, por superlotação dos leitos. Essa emergência não é só a maior e mais completa emergência clínica dentre os equipamentos de saúde do Governo do Estado, é também a única a realizar alguns tipos de procedimentos mais raros e sofisticados que salvam vidas diariamente.
O melhor caminho para evitar essa superlotação recorrente da emergência do HGF e de outros hospitais de grande porte da região metropolitana de Fortaleza é fortalecer, equipar, contratar pessoal especializado e ampliar de forma planejada a atenção de média e alta complexidade no interior do estado. Em especial, colocar os hospitais regionais para funcionarem a todo vapor e capacidade.
A Assembleia Legislativa bem que poderia estabelecer uma comissão suprapartidária, inclusive com parlamentares profissionais de saúde e votados nas regiões específicas, para visitar e avaliar o funcionamento das mais importantes unidades de saúde do interior do estado, especialmente os hospitais regionais de Quixeramobim e Limoeiro do Norte, que foram inaugurados e hoje só funcionam parcialmente!”

Mais notícias