Pesquisa Atlas: Democracia Liberal é o sistema amplamente preferido; “comunismo”, ditadura militar e fascismo são rechaçados

Pesquisa Atlas concluiu que a “democracia liberal” é o formato de organização política e econômica que mais agrada ao povo brasileiro. 62% dos entrevistados declarararm ter opinião positiva em relação a essa ideologia contra apenas 20% que optaram pelo “comunismo”, 13% pela “ditadura militar” e 4% pelo “facismo”.

O resultado indica uma goleada favorável ao sistema que nos acostumamos a denominar de democracia representativa, com a garantia plena das liberdades individuais e civis, das liberdades de expressão, da propriedade privada, além da organização administrativa baseada nos poderes executivo, legislativo e judiciário.

O comunismo, usualmente defendido ou encarnado por uma parte significativa da extrema esquerda, é duramente reprovado pelos brasileiros com um antagonismo de 59% dos entrevistados. Deve-se considerar que 20% são favoráveis a esse sistema que, em seu extremo, defende o fim da propriedade privada e a condução política por meio de um partido único e burocrático.

A depender do povo brasileiro e a preço de hoje, ditadura militar, que mereceu o apoio da horda que invadiu e depredou as sedes dos três poderes em janeiro de 2023, e o facismo, o chamado nacional socialismo, jamais terão espaço nos corações e mentes da maioria avassaladora da nossa população. Só 13% e 4% defendem esses caminhos antidemocráticos enquanto 70% e 78% reprovam tais alternativas.

Veja o detalhamento da pesquisa

Veja a metodologia da pesquisa AtlasIntel, que vem se destacando no Brasil e no mundo pelo índice de acertos bas consultas e pela metodologia baseada em recrutamento digital aleatório.

A bela arte-imagem contida no link deste texto é de autoria de Mihai Cauli: Estudou Urban Design na instituição de Ensino Universidade de Manchester, Inglaterra. Formou-se em arquiteto, pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana. Arquiteto, artista gráfico e fotógrafo, estudou no Centro de Artes Calouste Gulbenkian (professora Lia do Rio), na Escola de Artes Visuais (EAV-Parque Lage) entre 2015 e 2017 (professores Tina Velho, Charles Watson e Denise Cathilina), no Ateliê da Imagem (professora Anna Warzinski) e na Associação Brasileira de Arte Fotográfica (ABAF, professor Paulo Sallorenzo) expôs no Centro de Artes Calouste Gulbenkian, Centro de Artes Laurinda dos Santos Lobo, Galeria Modernistas e, integrou o Núcleo 9, coletivo de artistas da Rua Felício dos Santos, Santa Teresa.

Mais notícias