Moraes decide manter Valdemar Costa Neto em prisão por tempo indefinido

Valdemar Costa Neto

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, decidiu manter a prisão do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, além de ter convertido em preventiva, sem prazo de liberação.

O ministro deu prazo de 24h para Procuradoria Geral da República (PGR)se manifestar sobre o pedido de liberdade provisória apresentado pela defesa e deferiu o pedido de vista dos autos.

Valdemar Costa Neto, foi preso pela Polícia Federal por porte ilegal de arma.

Durante cumprimento de investigação da Operação Tempus Veritatis, que busca provas que o ex-presidente Bolsonaro (PL) e aliados planejaram de golpe de Estado, foi encontrado o armamento pelos agentes. 

Costa Neto foi preso em sua residência, na região central de Brasília. Nessa mesma área, fica o prédio da sede do PL. 

Também seguem presos: Rafael Martins, major do Exército; Marcelo Câmara, coronel da reserva; Filipe Garcia Martins, ex-assessor especial do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Mais notícias