Meirelles sobre participação em eventual governo Lula: Não decido sobre hipóteses

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Questionado sobre a chance de participar de um novo governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), caso o petista vença as eleições, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles disse apenas que “não toma decisões baseadas em hipótese.”

“Uma das normas que tenho na vida é que não decido baseado em hipóteses, tomo decisões baseadas em fatos”, disse o ex-ministro, que participou de evento organizado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) na manhã desta quarta, 14.

Meirelles lembrou que acertou os “termos concretos” do seu convite para presidir o Banco Central (BC) durante o governo Lula apenas em dezembro de 2002, quando foi formalmente convidado pelo petista para integrar o governo. Ele ainda disse que é necessário esperar a decisão sobre a direção da política econômica do próximo governo.

Antes, sobre a economia, Meirelles voltou a exaltar a adoção do teto dos gastos durante o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB) – regra que o ex-presidente Lula já falou em revogar. Segundo Meirelles, a regra fiscal permitiu uma queda da taxa de juros e da inflação no País, estabelecendo uma “parceria entre política monetária e política fiscal”.

Agência Estado

Mais notícias