Juros: DI curto dispara 20 pontos na abertura e curva perde inclinação após Copom

Juros. Foto: Pixabay

A reação ao tom mais duro ou “hawkish” do comunicado do Comitê de Política Monetária (Copom) é de alta de mais de 20 pontos-base dos juros curtos e médios logo na abertura, e avanço mais moderado nos longos, resultando na desinclinação da curva de juros conforme o mercado limpa as apostas de corte da Selic este ano. Às 9h08 desta quinta-feira, 23, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2024 subia para 13,21%, de 13,02% no ajuste de quarta-feira, e o para janeiro de 2025 subia para 12,23%, de 12,04% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2027 indicava 12,43%, de 12,31% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2029 marcava 12,85%, de 12,78% no ajuste da véspera.

Agência Estado

Mais notícias