Financial Times inclui Marina Silva entre as 25 mulheres mais influentes do ano

Brasília, DF 05/10/2023 A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, participa no Tribunal de Contas da União (TCU) da abertra do 7º Fórum Nacional de Controle. Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

O Financial Times indicou a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, entre as 25 “Mulheres do Ano”. A lista, que não constitui um ranking, reúne as figuras femininas de maior influência no cenário internacional, escolhidas em consulta com centenas de jornalistas do diário britânico, além de leitores e lideranças empresariais.

Além de Marina, o grupo inclui ainda nomes proeminentes em diversas áreas, como a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, a executiva da Open AI Mira Murati, a cantora Beyoncé e a atriz Margot Robbie.

A publicação traz um texto da ex-presidente do Chile Michelle Bachelet em tributo a Marina. Bachelet chama atenção para o papel central da ministra brasileira no combate ao que considera uma “crise tripla”, marcada pela confluência de mudanças climáticas, poluição e perda de biodiversidade.

A política chilena relembra a trajetória de Marina, que saiu de uma comunidade de seringueiros na Floresta Amazônica, foi eleita ao Senado e depois nomeada para comandar o ministério do Meio Ambiente duas vezes. Bachelet acrescenta que, sob sua supervisão, o desmatamento na região caiu 59% entre 2004 e 2007. “Marina continua a liderar o esforço para construir resiliência climática e restaurar o ecossistema conhecido como ‘o pulmão do planeta'”, destaca.

 

Agência Estado

Mais notícias