“Discursos ameaçadores não irão me silenciar”, dispara Jade Romero sobre ataques de pedetistas

Foto: Divulgação

A vice-governadora Jade Romero (MDB) devolveu as críticas e ataques que recebeu na última terça-feira, 5.

Na ocasião, ela foi chamada de “garganta de aluguel” e “menino de recado” pelos vereadores Lúcio Bruno (PDT) e Adail Júnior (PDT), aliados do atual prefeito, José Sarto (PDT).

“Ataques misóginos, discursos ameaçadores não irão silenciar minha voz”, começou. “Sigo cada vez mais firme na luta. Preconceituosos não passarão!”, escreveu em suas redes sociais. 

Tudo começou quando, na Câmara Municipal de Fortaleza, os vereadores lembraram de declaração da vice sobre a escolha do candidato do PDT ao Governo do Ceará em 2022. Inconformado, o governador Elmano de Freitas (PT) também se manifestou. 

“Machismo, misoginia e desrespeito com a vice-governadora e com todas as mulheres cearenses, que lutam diariamente por mais representatividade na política e uma sociedade mais igualitária. A violência política de gênero é inadmissível e deve ser combatida por todos”, escreveu em suas redes.

Mais notícias