Entidades assinam nota de solidariedade em defesa de Izolda: “Repudiamos a atitude vil e covarde do candidato RC”

Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Depois que a governadora Izolda Cela (Sem Partido) se defendeu em sua conta no Twitter, na última quarta-feira, 7, das acusações do candidato a governador, Roberto Cláudio (PDT), que apontou que o seu governo estaria supostamente trabalhando para pressionar prefeitos a apoiarem a campanha de Elmano de Freitas (PT), uma nota de solidariedade, assinada por 569 entidades cearenses, foi divulgada.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato União dos Trabalhadores em Educação de Fortaleza (Sindiute), Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetraece), Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) são alguns dos mais de 500 setores que assinaram o documento.

“A Governadora Izolda Cela, primeira mulher a governar o Ceará, é uma mulher exemplar, que se destaca positivamente como gestora pública; com respeito aos princípios democráticos e republicanos pelos resultados do seu trabalho, a exemplo da política educacional cearense, que é modelo para o Brasil e para outros países do Sul Global”, diz o texto na nota. 

“Repudiamos veementemente a atitude vil e covarde do candidato ao governo pelo PDT, Roberto Cláudio, que depois de retirar o direito de reeleição da Governadora, tenta agora agredi-la com inverdades e falsidades, numa postura ao estilo mentiroso e misógino do Bolsonaro, que tenta transformar as eleições num vale-tudo”, enfatiza o documento, concordando com Ivo Gomes, prefeito de Sobral e do mesmo partido de RC, que apontou que o ex-prefeito estava reagindo “à repulsiva moda Bolsonaro”, inventando mentiras e repetindo-as na tentativa “inútil de as transformarem em verdades”. 

Vale lembrar que muitos se manifestaram ao seu favor. Além do prefeito de Sobral, o ex-governador Camilo Santana (PT) e o prefeito de Caucaia, Vitor Valim, entraram em defesa da governadora.

 

Mais notícias