Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Semace entrega licença prévia do Hub de Hidrogênio Verde ao Complexo do Pecém

Foto: Divulgação

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) entregou, nesta quarta-feira (25), a licença prévia do Hub de Hidrogênio Verde ao Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP S/A). A entrega, realizada durante o Fiec Summit 2023, que acontece no Centro de Eventos do Ceará até quinta-feira (26), marca mais uma etapa do processo de licenciamento do projeto, que visa transformar o Ceará em um produtor e distribuidor de hidrogênio e amônia verde.

“Com a licença prévia, conseguimos agilizar o processo para as empresas que estão se instalando no Complexo do Pecém. Elas ganham um tempo de agilidade para avançar mais rapidamente nos seus processos”, destaca o presidente do Complexo do Pecém, Hugo Figueirêdo.

No início de setembro deste ano, o Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) já havia aprovado a implementação do Hub de Hidrogênio Verde no Complexo do Pecém, durante sua 309ª reunião ordinária, realizada no auditório da Semace. A votação teve 20 votos a favor, quatro votos contra e uma abstenção. Na ocasião, o superintendente da Semace, Carlos Alberto Mendes, destacou que o Estado do Ceará faz história de forma planejada e organizada.

“O projeto utilizará uma área da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Ceará, destinada para as usinas do hidrogênio verde. As empresas terão a oportunidade de iniciar o processo na etapa de licença de instalação, visto que todo estudo da área foi realizado, EIA/Rima (Estudo de Impacto Ambiental e seu respectivo Relatório) foi aprovado com mais de 25 planos e programas para mitigação dos impactos ambientais, além de potencializar os impactos positivos”, ressaltou o superintendente da Semace.

Ainda em julho de 2023, o EIA/Rima do Hub de Hidrogênio Verde no Pecém foi apresentado em audiência pública realizada no auditório do bloco anexo ao Porto do Pecém. Inédito no Brasil, o estudo foi elaborado pela MRS Estudos Ambientais, que presta consultoria ao Complexo do Pecém. Ao todo, o projeto prevê a instalação de indústrias, tancagens e de um corredor logístico em uma área de cerca de 1.265 hectares no Complexo.

Mais notícias