Rede Materno Infantil de Fortaleza será contemplada com readequação de perfil assistencial

Foto: Divulgação.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Com objetivo de qualificar o atendimento materno-infantil da Capital, a partir desta terça-feira, 20, o setor de emergência do Hospital Distrital Nossa Senhora da Conceição (HDNSC) e do Hospital Distrital Gonzaga Mota da Barra do Ceará (Gonzaguinha da Barra) acolherá exclusivamente demandas obstétricas e ginecológicas.

Com esta ação, o HDNSC disponibilizará 37 leitos e o Gonzaguinha da Barra outros 40 leitos, que serão destinados para pacientes clínicos, encaminhados pela Central de Regulação. Beneficiando assim, em especial, aqueles que possuem necessidade de internação, que estão em observação nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Capital e necessitam de vaga hospitalar para internação.

Os pacientes que buscam o HDNSC para atendimento de urgência clínica devem se dirigir, a partir do dia 20, para as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), localizadas nos bairros Conjunto Ceará e Autran Nunes, que ficam a, aproximadamente, 3 a 4 km de distância do hospital. Já os do Gonzaguinha da Barra podem buscar as UPAs do Vila Velha e Cristo Redentor, que ficam de 750 metros a 4 km da unidade.

Os casos de baixa complexidade, sem necessidade de atendimento de urgência, também contam com o suporte dos 116 postos de saúde da capital, que acolhem demandas espontâneas.

“A primeira unidade a receber a readequação de perfil foi o novo Gonzaguinha do José Walter. A nova estrutura já foi entregue para a população com atendimento focado na sua vocação, que é a linha materno-infantil. Assim, 60 leitos foram destinados a alojamento conjunto e mais 60 ofertados para pacientes clínicos, encaminhados pela Central de Regulação, beneficiando diversos fortalezenses que estavam aguardando leito de internação. A readequação contempla ainda a necessidade de ampliar o atendimento de urgência e emergência das UPAs e a oferta de leitos de internação”, afirma Ana Estela Leite, secretária da Saúde de Fortaleza.

Mais notícias