Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Produção de motos soma 164 mil unidades em agosto, a maior em 10 anos

Foto: Freepik

A indústria de motos teve em agosto a maior produção de um mês em uma década, mostrando que a atividade do setor segue forte na trilha da expansão dos serviços de entrega (delivery) e a busca dos consumidores por veículos mais baratos e econômicos

No mês passado, foram produzidas 164 mil motocicletas, segundo balanço divulgado hoje pela Abraciclo, a associação que representa as montadoras de motos do polo industrial de Manaus (AM), onde está concentrada a maior parte da produção nacional de veículos motorizados com duas rodas. Foi o maior volume mensal desde outubro de 2013, quando a produção chegou a 173 mil unidades, além do melhor agosto desde 2012.

Na comparação com igual mês do ano passado, o crescimento foi de 12,4%. Frente a julho, a produção de motocicletas subiu 33,4%. O resultado leva para 1,05 milhão de motos a produção acumulada desde janeiro, uma alta de 14% ante 2022 e também o maior número, na comparação com iguais períodos, em 11 anos.

A expectativa da Abraciclo é terminar o ano com 1,56 milhão de motos produzidas, o que, se confirmado, representará um crescimento de 10,4% na comparação com 2022. As vendas de motocicletas em agosto, com 142,8 mil unidades entregues pelas concessionárias, subiram 20,4% contra igual mês do ano passado e 16% frente a julho.

Foi o melhor resultado do mercado para o mês desde 2011, quando 181,5 mil motocicletas foram vendidas no varejo. De janeiro a agosto, foram licenciadas 1,05 milhão de motos no País, 21,3% acima do total registrado nos oito primeiros meses de 2022.

Agência Estado

Mais notícias