Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Lula quer proibir venda de armas

 Ex-presidente Lula (PT). Foto: Divulgação Agência Brasil

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ex-presidente e pré-candidato ao Palácio do Planalto, Lula (PT), falou, sem entrar em muitos detalhes, em proibir a venda de armas no Brasil. Ele deu a declaração nesta quarta-feira, 1, em ato de pré-campanha em Porto Alegre (RS).

O Brasil é “um país que quer comprar livro e distribuir de graça e quer proibir a venda de armas e quer evitar o genocídio”, declarou o petista.

A fala serviu como um contraponto ao discurso armamentista do presidente Bolsonaro (PL), principal adversário de Lula na eleição. O petista também falou sobre casos de violência policial como o que vitimou Genivaldo de Jesus dos Santos, em Sergipe, morto durante abordagem de agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Mais notícias