Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Lula inicia agenda em NY com empresários e jantar da Fiesp

Imagem: Canal Gov

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desembarcou em Nova York, nos Estados Unidos, na noite de ontem (16), por volta das 22h no horário local (23h em Brasília). Vindo de Cuba, onde participou da cúpula dos líderes do G77, grupo de países em desenvolvimento e a China, o primeiro compromisso previsto em sua agenda neste domingo é um encontro com empresários no fim do dia, seguido de um jantar promovido pela Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp).

Lula veio a Nova York para discursar na 78ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Na agenda ainda, outro destaque é o encontro com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Na Big Apple até a quinta-feira, dia 21, Lula tem uma série de bilaterais com executivos e lideranças internacionais, de acordo com informações do Palácio do Planalto.

A maioria dos encontros ainda não foi detalhada e deve acontecer no Lotte Palace Hotel, onde está hospedado. Como o Estadão mostrou, Lula tem priorizado agendas que acontecem geralmente nos hotéis em sua intensa rotina de viagens internacionais por conta da cirurgia de quadril que fará no fim deste mês.

Em Nova York, não será diferente, conforme agenda atualizada pelo Palácio do Planalto na tarde de ontem.

Neste domingo, depois do encontro com empresários, Lula participa de um jantar promovido em sua homenagem e a participantes de um seminário que acontece amanhã, na Bolsa de Nova York (Nyse), organizado pela Fiesp e a Confederação Nacional das Indústrias (CNI). Dentre os que devem estar presentes hoje, estão nomes como o do presidente da Fiesp, Josué Gomes da Silva, e também da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), além de ministros como o da Fazenda, Fernando Haddad, segundo apurou a reportagem.

Diferente do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Lula deve fazer uma série de reuniões bilaterais durante sua vinda a Nova York para discursar na ONU pela oitava vez. Como tradição, é o presidente brasileiro que abre a Assembleia. A expectativa é que Lula evidencie os eixos de sua política internacional em Em seus mandatos, o petista só não veio à ONU uma única vez, somente em 2010. Neste ano, o tema da 78ª sessão é o foco entre alcançar as metas da chamada Agenda 2030, que estabelece 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) a serem alcançados pelos 193 países-membros da ONU até 2030.

Além disso, Lula terá dois encontros com Biden na Big Apple. O primeiro é uma reunião bilateral, que está prevista para acontecer na quarta-feira, dia 20, por volta das 13h, em horário local. Na sequência, os presidentes brasileiro e americano lançam a “Iniciativa Global Lula-Biden para o Avanço dos Direitos Trabalhistas na Economia do Século XXI”.

O presidente Lula será acompanhado por uma grande comitiva de ministros em sua viagem a Nova York. Segundo fontes, pode ser a maior já vista para acompanhar um presidente brasileiro. Dentre eles, está o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que deve aproveitar a sua vinda a Nova York para anunciar o Plano de Transformação Ecológica do Brasil e tem encontros com empresários, autoridades e acadêmicos com foco na agenda climática.

Agenda de Lula em Nova York (horário local, uma hora a menos que em Brasília)

Domingo

18h – reunião com empresários seguida de jantar promovido pela Fiesp

Segunda

Reuniões bilaterais pela manhã

Presidente se prepara para discursar na assembleia da ONU

Terça

9h – Discurso na abertura da assembleia da ONU

Reuniões bilaterais no hotel

Quarta

13h – encontro com o presidente americano Joe Biden

13h30 – anúncio da “Iniciativa Global Lula-Biden para o Avanço dos Direitos Trabalhistas na Economia do Século XXI”

Reuniões bilaterais

Quinta

8h – Lula concede coletiva de imprensa

Agência Estado

Mais notícias