Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Lula convida líder do Canadá para visitar o Brasil

Foto: Divulgação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversou por telefone, nesta quinta-feira, 20, com o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau. Segundo Lula, foi uma conversa longa e abordou temas relacionados ao meio ambiente e também sobre a guerra na Ucrânia. O brasileiro também convidou o líder canadense para vir ao Brasil.

“Tive uma longa e boa conversa com o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau. Falamos sobre desenvolvimento sustentável e combate às mudanças climáticas. Também conversamos sobre a guerra na Ucrânia e a importância da paz. E convidei Trudeau para vir ao Brasil”, escreveu Lula em postagem nas redes sociais.

A conversa ocorreu no mesmo dia em que Lula participou do Fórum Virtual de Grandes Economias sobre Clima e Energia, evento organizado pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Na ocasião, Biden anunciou o repasse de US$ 500 milhões ao Fundo Amazônia pelos próximos cinco anos. O fundo é mantido por países como Noruega e Alemanha e administrado pelo governo brasileiro para a promoção de ações de preservação da floresta.

Com prioridade na política externa, o presidente Lula decidiu embarca ainda nesta quinta para a quarta viagem internacional deste terceiro mandato. Ele vai a Portugal e Espanha. A partida para Lisboa, capital portuguesa, está prevista para as 22h. Com foco em comércio e investimento, energia, mobilidade, tecnologia e inovação e saúde, o presidente Lula cumpre agenda em Portugal até o dia 25 de abril. No país, Lula vai ser recebido no próximo sábado, 22, pelo presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e pelo primeiro-ministro, António Costa.

Já a viagem a Madri, capital da Espanha, está prevista para os dias 25 e 26 de abril. Por lá, o presidente Lula vai ser recebido pelo rei Filipe VI, e também pelo primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez. No país, Lula vai participar, também, de encontros com empresários.

Com a viagem o aos dois países da Europa, Lula passa a somar encontros bilaterais em sete países em quatro meses de mandato. Desde que se tornou presidente pela terceira vez, ele já esteve na Argentina, Uruguai, Estados Unidos, China e Emirados Árabes.

Agência Brasil

Mais notícias