Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Líder do governo na Alece confirma assinaturas para nova eleição no PDT: “Queremos pacificar o partido”

Foto: Divulgação

O grupo liderado pelo senador Cid Gomes no PDT Ceará garantiu mais de 50 assinaturas, o suficiente para convocar uma reunião extraordinária do diretório estadual.

O intuito: eleger uma nova Executiva para a legenda com Cid permanentemente no comando, “sem oportunismos para destituição”. A informação foi dada pelo pelo líder do governo na Assembleia Legislativa, Romeu Aldigueri (PDT).

“Nós temos que ser grandes e nós queremos dialogar”, começou. “Nós temos a maioria e o direito regimental de convocar o diretório, não temos? É convocado por um terço, nós temos a maioria absoluta. Nós fomos desmoralizados, desrespeitados, então é a prevalência interna”, explicou. 

“O que vai acontecer? Nós vamos ganhar e não vamos levar, vamos fazer uma outra intervenção? Isso mostra que o partido não existe, que é uma ditadura a nível nacional”, atacou. “O PDT virou um cartório feudal? É um senhor feudal? Duas pessoas mandam no partido todo, no Brasil, ninguém respeita mais democracia? É isso que está acontecendo”, explica.

“Vamos cumprir rigorosamente todas as regras eleitorais, partidárias, convocar o diretório e fazer eleição da nova executiva democraticamente. Nós estamos fazendo o correto. Não fomos nós que quisemos assim. Nós queremos é pacificar e reconstruir o partido”, disparou.

Mais notícias