Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Justiça decide soltar 46 PMs presos por deserção e motim

Veiculos da policia militar do Ceará com pneus furados. Foto: Reprodução

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A Vara de Auditoria Militar da Justiça do Ceará decidiu hoje, 2, soltar 46 policiais militares que foram presos por crimes de deserção ou motim durante a paralisação dos PMs no Estado.

Conforme a decisão, 43 policiais foram autuados após deixarem de se apresentar para embarque na Operação Carnaval 2020, consumando o crime de deserção especial, tipificado no artigo 190 do Código Penal Militar. Dentre eles, 38 policiais se apresentaram espontaneamente e outros cinco se apresentaram e justificaram suas ausências no trabalho, sendo liberados em seguida.

Com o fim do motim, o juiz entendeu que não há mais a necessidade de manter a prisão de 43 desses policiais preventiva. Em audiência de custódia foram liberados os três primeiros presos e pondo em liberdade os demais por “extensão da concessão de liberdade”.

Mais notícias