‘Funcionárias fantasmas’ de Carlos se registraram com endereço de Jair Bolsonaro em cadastro da Receita e Câmara

Foto: reprodução

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Quatro pessoas suspeitas de serem “funcionárias fantasmas” do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) registraram como sendo endereço próprio uma casa do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) no cadastro da Receita Federal ou da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Bolsonaro moral no local enquanto esteve casado com a advogada Ana Cristina Siqueira Valle, que é investigada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por ser a articuladora do esquema de “rachadinha” no gabinete do vereador.

A informação sobre o endereço dos supostos “funcionários fantasmas” consta nos autos da investigação do MP-RJ que levou à quebra de sigilo bancário do vereador, da ex-mulher do presidente e de outras 25 pessoas e sete empresas.

Mais notícias