Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Flávio Dino troca diretor-geral da PRF que apoiou e celebrou prisão de Lula

Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O futuro ministro da Justiça de Lula, Flávio Dino, voltou atrás na indicação de Edmar Camata ao cargo de diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal. “Nós tivemos uma polêmica nas últimas horas e o entendimento meu e da minha equipe é que seria o mais adequado proceder a essa substituição”, disse. As informações são do site O Antagonista.

O motivo, no caso, seria o apoio público que Camata deu a Sergio Moro e Deltan Dallagnol durante a Lava Jato, processo este em que resultou na prisão do presidente eleito Lula (PT). Agora será nomeado Antônio Fernando, atual superintendente da PRF em São Paulo.

Mais notícias