Ceará será um dos estados que contará com projeto modelo do MJSP na busca por pessoas desaparecidas

Foto: Governo do Estado

Representantes do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), e da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), por meio da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), participaram de um encontro de alinhamento para dar início no Ceará a um projeto modelo idealizado pelo MJSP.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública entende que a Política Nacional de Busca de Pessoas Desaparecidas necessita ter continuidade e eficiência. Trata-se de uma temática sensível e desafiadora, com a necessidade de que sejam empenhadas ações constantes, a fim de oferecer uma resposta adequada para as famílias que enfrentam esse problema.

A reunião ocorreu na Superintendência da PC-CE, e contou com a participação da coordenadora da Política de Pessoas Desaparecidas do MJSP, Iara Sennes, do delegado Augusto Soares, técnico da Coordenadoria da Política de Pessoas Desaparecidas do MJSP, do delegado-geral da PC-CE, Márcio Gutiérrez, da delegada-geral adjunta, Teresa Cruz, do diretor de Planejamento e Gestão Interna, delegado Otávio Coutinho, e de representantes do Comitê da Cruz Vermelha, Frederico Mamede e Daniel Mamede.

O objeto do encontro foi alinhar estruturação de quatro eixos propostos pelo MJSP no Ceará, que são: o fluxo de busca e investigação de pessoas desaparecidas; o Alerta Amber – Alerta imediato para casos de desaparecimento de crianças e adolescentes em risco de vida ou lesão corporal, com divulgação de poster via Instagram e Facebook, em um raio de 160 quilômetros da ocorrência; o cadastro provisório de pessoas desaparecidas com o acompanhamento e monitoramento dos casos de desaparecimento de pessoas registrados no Estado; e a redução do passivo de casos de pessoas desaparecidas a partir de um levantamento do Estado em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e correlacionar os boletins de ocorrência de pessoas desaparecidas com boletins de ocorrência de pessoas localizadas.

“Essa parceria com o MJSP será um grande ganho para o Ceará no tocante à busca de pessoas desaparecidas, tema importante que deve ser sempre discutido e aprimorado para que tenhamos êxito nos casos registrados no Estado”, destacou o delegado-geral da PC-CE, Márcio Gutiérrez.

A implantação do projeto modelo com os quatro eixos da Política Nacional de Busca de Pessoas Desaparecidas ocorrerá no Ceará e mais em outros dois estados, Minas Gerais e Distrito Federal. Após o encontro a comitiva seguiu para uma agenda na 12° Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), para alinhamento de fluxos na unidade especializada da PC-CE.

Mais notícias