Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Carmelo fala sobre a Segurança Pública e pressiona: “Palavras precisam virar ações”

Foto: Divulgação

O presidente do PL Ceará, o deputado estadual Carmelo Neto, sugeriu que as declarações recentes do governador Elmano de Freitas (PT), em relação à Segurança Pública, mostrou uma preocupação a mais do petista com o tema. “Está na hora de enfrentar o problema de frente”, destacou.

Segundo o cearense, “é importante deixar de lado quaisquer diferenças políticas ou partidárias” quando discute segurança. A declaração foi dada ao O Povo. 

“Trata-se de um assunto sério; os índices de violência estão aumentando. É essencial que todos se unam para resolver esse problema”, lamentou Carmelo. 

“Eu sinceramente espero que o problema seja enfrentado de frente. É hora das palavras do governador se converterem em ações reais. Agora, mais do que nunca”, disparou o deputado. “Espero que o governador aproveite essa oportunidade para agir”, finalizou ao jornal. 

Recentemente, o governador, em reunião com o seu secretariado, ressaltou a importância de uma postura mais proativa por parte dos líderes das pastas estaduais. Ele enfatizou: “Eu pessoalmente considero essencial que, em nosso governo, os secretários adotem uma atitude política de demonstrar o que está sendo feito, de comunicar as realizações, e de ocupar os espaços disponíveis”.

Ao abordar a declaração controversa do ex-secretário de Segurança Pública, Samuel Elânio, que considerou o aumento de assassinatos “razoável”, o governador adotou uma posição de compreensão. Ele declarou: “Somos uma equipe, e eu mesmo, ocasionalmente, faço declarações das quais me arrependo. Não julgo as pessoas por uma única fala infeliz”.

A declaração de Elânio gerou reações negativas entre várias lideranças políticas, incluindo o atual prefeito Sarto (PDT), que aproveitou para criticar a administração petista. Capitão Wagner (UB) também enumerou problemas ocorridos no Estado no último ano, destacando a falta de sensibilidade por parte do governo. Poucos dias após a fala, Elmano colocou Roberto Sá na pasta, substituindo, por fim, Elânio.

Após a reunião, Elmano prometeu reforçar o policiamento nas ruas como uma medida prioritária na área da segurança, através da convocação de novos profissionais e investimentos em equipamentos. 

“Mostrem o que está sendo feito”, disse Elmano após exigir mais proatividade de seus secretários

Mais notícias