Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Câmara aprova mudanças para implantação da rede 5G em Fortaleza

Cidade inteligente. Foto: Freepik

Em sessão extraordinária nesta quarta-feira, 5, a Câmara Municipal de Fortaleza aprovou em redação final, o projeto que ampliar normas para a implantação e compartilhamento de infraestrutura de suportes, com o objetivo de viabilizar a ampla cobertura de rede 5G em todo o território da capital.

A nova legislação atende a Agenda Nacional de Telecomunicações — ANATEL, que editou um Relatório de barreiras regulatórias que impactam o desenvolvimento das redes 5G no Brasil. O PLC nº 6/2023 acrescenta novas especificações para a instalação de torres, acrescentando o §1º ao artigo 8º, que reduz para 3,00m (três metros) os recuos do alinhamento frontal e para 1,50 (um metro e meio) das divisas laterais e de fundos, contados a partir das extremidades da base.

Outro ponto alterado trata sobre o compartilhamento das torres, incluindo dois incisos no artigo 17º da lei complementar 230/2017. Dentre as novas especificações, nos casos em que as Infraestruturas de Suporte de ERB tenham incapacidade de compartilhamento ou a indisponibilidade de carga no equipamento a mais de 500 metros, um parecer técnico poderá viabilizar a instalação de torres numa distância menor que 500 metros.

A matéria tramitou em regime de urgência e foi aprovada em discussão única na plenária no começo desta quarta-feira. A proposta foi apreciada pela Comissão Conjunta de Legislação e Meio Ambiente recebendo uma emenda do colegiado para adequação do texto. O projeto segue agora para sanção do prefeito José Sarto.

Mais notícias